quarta-feira

Minha Paixão é Ler: Red - T.L Smith - Resenha







No segundo livro da trilogia de T. L.Smith nós vamos acompanhar os altos e baixos da vida e sentir na pele os sofrimentos de Rose.

O primeiro livro acabou superrrr intenso , então se você já leu, sabe do que eu estou falando. E com as tristezas vividas pela personagem principal é que o livro começa de uma maneira nada calma.

Após aqueles anos de sofrimento , muita coisa havia mudado. Black, sem memoria agora era conhecido por Trace. Em novo lugar , mas com pessoas que o conheciam bem. Porém ele de nada se lembrava. Pessoas mal intencionadas o levaram para se aproveitar dos ''dons'' de Black. Havia uma namorada, uns amigos, um estilo de vida. Mas os sentimentos de black falaram mais alto e quando enfim ele vê rose em um discurso para a instituição de caridade que criaram , o coração dele desperta. Black a apelida de Red, devido ao vestido vermelho que ela usava naquela noite, por isso o nome do livro ser Red.

Após o choque de Rose ao vê-lo , e descobrir que de nada ele se lembrava ( nem dos amigos , nem do filho) , ela começa uma jornada para faze-lo se apaixonar por ela novamente , pelo filho e para que ele enfim, voltasse de corpo e alma.

A jornada será grande, muitas coisas acontecem ao longo do livro, mas será que o amor de Rose será grande o suficiente para faze-la mais uma vez lutar por Black?

Muita ação, decepção, curiosidades e descobertas, venha descobrir o que a continuação dessa trilogia nos reserva.



Sinopse:

Uma ferida no coração, um buraco tão fundo. Ele pode ser corrigido? Ou simplesmente substituido?
As pessoas mentem. Aquelas mais próximas a mim, contam a maioria das mentiras.
Elas não sabem quem eu sou? O que eu sou capaz?
Ás vezes me pergunto se elas sabem. Porque quando eu desvendar suas mentiras, eles serão entregues ao inferno que eu uma vez visitei. E não será legal.


Minha Opinião:

O livro tem uma escrita muito boa , apesar de que precisa de umas revisões ortográficas, porém a linguagem é de fácil entendimento.
Gostei do desenrolar da Estória apesar de que ( como em muitos livros) tem aquelas parte em que você acha tudo muito monótono, muito repetitivo até.
O livro acaba prendendo , porque você quer saber o que vai acontecer com o casal. Tem um final arrasador que nos faz querer ler o terceiro livro da trilogia : White.

Só achei que o personagem Black poderia ter menos duvidas e argumentos com relação ao amor da vida dele e família , mas isso , acredito que ocorre por causa da vida sombria de Black.

No geral , teve momentos de altos e baixo, mas indico a leitura.
Black é um personagem que apesar dos pesares, acaba cativando.

Nota de 0 a 10: 8
Titulo: Red
Autora: T.L.Smith
Editora: Independente
Páginas: 173
Ano: 2016

Minha Paixão é Ler: Eu sou Proibida- Anouk Markovits - Resenha


www.chuvanojardim.com.br




O Livro Eu sou Proibida da Autora Anouk Markovits publicado pela editora companhia das letras, revelou pra mim um mundo totalmente novo com uma visão e realidade diferente do que eu vivo e aprendi. Com uma visão critica sobre a própria religião e algumas questões a serem pensadas, uma das personagens principais do livro nos deixa curiosos e intrigados quanto ás suas escolhas ao longo do livro. Porque será?

Se passando em uma época dolorosa na história ( Holocausto e Guerra) em um primeiro momento ( o livro é dividido em cinco partes) começa narrando a infância , juventude e após , a vida como pai e chefe de família de Zalman. Concomitantemente , o livro relata a história de Mila Heller que perde seus pais na guerra e que é resgatada por um menininho chamado Josef que também tinha perdido sua família e que anos mais tarde vem ser seu esposo.

Mila é posteriormente adotada pela família de Zalman e cresce na presença de Atara, a menina dos questionamentos. Suas decisões causam impacto na família , gerando grandes tristezas. Ao longo do livro o leitor entende porque .

O livro fala sobre uma família judia e não só da família em si, mas de toda a cultura, doutrina e exigências. A história começa na data de 1939 na Transilvânia e avança conforme os encontros das pessoas que formam a base do livro se encontram. Tem relatos de 1947 a 2012, onde se encerra a história. O fato deles serem judeus , super tradicionais vivendo em uma sociedade católica, cristã ou sem religião , deixava tudo mais difícil , principalmente para as meninas onde tudo era proibido. A confusão na cabeça das adolescentes era evidente e complexa e o desejo de descobrir o mundo era grande . O pai delas dizia que não poderiam ter relacionamento algum com os ''infiés'' e nem entrar em nenhum lugar que fosse proibido. Na cidade, no entanto, tudo pra eles era proibido.


Eu ficava me perguntando quando chegaria a parte em que eu descobriria porque do titulo! Mas beeem pra frente , depois de muita história confusa que fui a descobrir. Confesso que fiquei espantada com o decorrer das decisões de Mila , até porque eu sempre pensei que seria Atara ( ''a rebelde'') que seria o pivor da proibição. Se bem que ela também era proibida diante da família. Complicado.

Só lendo pra ver se você , caro leitor, consegue compreender , pois pra mim foi super difícil.

www.chuvanojardim.com.br


Sinopse:


Eu sou Proibida , e assim são meus filhos e os filhos de meus filhos , proibidos por dez gerações , homens ou mulheres.
Toda noite , desde que descobri , tenho pesquisado sobre emissão de sêmen, sobre como os livros deles dizem que será, sobre como nossos livros dizem que não deve ser.

O pergaminho da Lei foi um dia pele, a linha foi tendão, a pena um dia voou...

Diga -me , rolo e fogo, como se aprende a já estar escrito.
Diga -me , rolo de cinzas, como se começa de novo.


Critica:


Esse livro é , em uma palavra, Confuso. Narrado em terceira pessoa, entendi que o livro é uma história de escolhas , mas também uma alta critica. Algumas vezes o amor fala mais alto, o desejo de liberdade, mas o carro chefe do livro é a religião. Parece aqueles livros de alta analise , ao mesmo tempo a favor , ao mesmo tempo contra.

A escrita não é fácil, não achei o livro de fácil entendimento. As vezes o achei super difícil , confuso e estranho. O livro começa com um sonho proibido de Zalman , que se 'pune' por ter tido um sonho e depois descobrimos que tudo é proibido. Tá ai, o titulo foi bem empregado, no final das contas.

Algumas vezes na leitura você nem entende mais o que a autora quis dizer , achei uma coisa embolada na outra, Achei outras partes difíceis mesmo pela questão da religião , Até ai tudo bem, não sou judia então certamente teria dificuldade, mas não foi só isso.

O livro é uma vida inteira de personagens tristes com seus erros e acertos , melancólico , por vezes chato de difícil leitura. É como se você visse a vida de alguém em algumas páginas e descobrisse o quanto foram infelizes , gerando um grande amargor no leitor. O final não cooperou e me sinto estranha até agora.


Nota de 0 a 10: 4
Titulo: Eu sou Proibida
Editora: Companhia das letras
Ano: 2015


segunda-feira

#Luto: Cadê Nosso Museu?



Hoje é dia do Biólogo... O que vamos comemorar?

Não é de hoje que vemos nosso país ao léu , sofrendo muitos danos por descuidos daqueles que poderiam fazer bem mais.
Como Alexandre Kellner (Diretor do Museu) afirmou na entrevista nesse dia 03/09 nas redes de comunicação, não adianta chorar mais ( confesso que chorei e muito!) . A questão é conscientizar a politica desse pais a dar valor ao nosso patrimônio, ao pouco que temos que na verdade é tanto!



Olha o que perdemos!! E eu como bióloga tenho que dizer que é uma dor absurda. Fico aqui, imaginando meus colegas paleontólogos, geólogos, historiadores...Acima de tudo cientistas, acima de tudo apaixonados.
Tanta riqueza se perdeu, e nada podemos mais fazer. Nos sentimos completamente incapazes, sem forças pra mensurar o dano que foi a esse patrimônio de 200 anos e uma história infinita.

O museu nacional do Rio de Janeiro, vinculado à UFRJ é tido como a mais antiga instituição científica do Brasil, com mais de 20 milhões de peças que se perderam . Uma estrutura linda e pomposa à muito não recebia o cuidado que necessitava ( cadê a verba?). Complicado dizer, mas as manchetes nos jornais e revistas internacionais tem que ter (e muito) uma forma de apoio e conscientizar para a importância do investimento a algo tão importante para a ciência, assim como tantos outras coisas que infelizmente são abandonadas no nosso pais, como a saúde, a educação e segurança. Até onde chegaremos assim? Até quando ficaremos de todo desamparados?
Sim, me sinto lisonjeada por ter estado lá um dia , ter visto tantas riquezas ( e não apenas uma vez), temos que amar nossa história. Infelizmente gerações futuras não irão mais ver.

# Luto pelo museu e sua História... Luto pela saúde , educação Luto pelo Brasil roubado, destruído , abandonado em todos os sentidos...





Esse é um desabafo meu , essa é opinião minha.
Mas e vocês , o que acham?


http://www.museunacional.ufrj.br/index.html

quarta-feira

Minha Paixão é Ler: Canções de Ninar de Auschwitz- Mario Escobar- Resenha


www.chuvanojardim.com.br


A resenha que trago hoje é sobre aquelas histórias que nos fazem viajar no tempo, momentos de dor e sofrimento vividos por pessoas inocentes que sofreram e pagaram o preço por ideologias doentias de alguns lideres do passado.

O fato é que , todo aquele inferno aconteceu e milhões de inocentes morreram , padeceram de forma cruel e não pode ser esquecido , todo o sofrimento não pode ser esquecido.

Por isso gosto tanto de biografias ou romances baseados em histórias reais porque nos revelam aqueles sentimentos vividos, com detalhes nos fazendo sentir como se compartilhássemos de toda a história.


www.chuvanojardim.com.br


Canções de Ninar de Auschwitz do autor Mario Escobar é um livro que conta a história de Helene Hannemann seu marido e seus cinco filhos.
Helene que era Alemã casou-se com Johann um cigano e teve com ele filhos lindos dentre eles dois gêmeos.
Moravam em Berlim em 1943 quando começou a perseguição com os judeus , ciganos e outros povos que os alemães diziam ser inferiores. Helene era enfermeira , já seu esposo era musico, mas naquele momento já não havia trabalho pra ele que ficava em casa com sua filha mais nova enquanto os outros iam pra escola pela manhã .
Foi em um desses dias que Helene foi abordada pelos guardas da Gestapo , que levaram presos seu marido e seus cinco filhos, porém disseram que ela poderia ficar livre já que era Alemã. Porém , qual mãe abandonaria seus filhos pequenos em um campo de concentração? Helene decidiu ir com eles.

Helene conta no livro sua história de vida, como adolescência, a família, como conheceu Johann , como se apaixonou por ele, o casamento e os primeiros anos de casados. As memorias sendo intercaladas com a atual realidade desesperadora , como as perdas, o medo , os maus pressentimentos.

O livro narra a ida da família no trem de carga para Birkenau , os tormentos passados no trem , as mortes e o desespero. Narra a chegada nos barracões, a pobreza extrema, a fome, a imundice no local, as doenças que acometiam as pessoas , as mortalidades das crianças , as chaminés com os corpos voando em cinzas, os trens lotados que chegavam diariamente e as experiências macabras de Mengele.

Como Hannemann era enfermeira , logo começou a trabalhar na enfermaria de Birkenau e logo teve uma aproximação com Mengele, narrando como ele era, as atitudes e os momentos raros de humanidade que eram bem peculiares.
O fato dela ser chamada também para ajudar em uma creche , ajudou a poupar seus filhos da morte precoce e da fome extrema , apesar deles terem passado muitas necessidades também. Mas a creche também tinha um objetivo macabro: O médico monstruoso selecionava as crianças diretamente dali.
A maioria naqueles barracões eram crianças ciganas , apesar que tinha também crianças judias e outras, de vários países.

Tem muitos momentos emocionantes , tristes e reais. E um final extremamente impactante.

Vem descobrir o significado de Cancões de Ninar de Auschwitz.


www.chuvanojardim.com.br




Sinopse:

Neste livro, Mario Escobar conta a trajetória real de uma família que passou 16 meses encarcerada em um campo de concentração nazista. Helene Hannemann era alemã, mas mesmo assim optou por partir para Auschwitz junto de seu marido e os cinco filhos com ascendência cigana quando os policiais da Gestapo bateram à sua porta. Por ser enfermeira, mas, sobretudo, alemã, Helene foi escolhida pelo médico Josef Mengele, mais tarde conhecido como ‘O Anjo da Morte’, para ser a diretora do jardim de infância do campo. No final da guerra, entre os papéis de Mengele, foi encontrado o diário que Helene manteve durante todo o seu período no campo de extermínio. Tendo como base a infeliz história daquela família, o autor nos emociona e surpreende ao narrar os medos, privações, torturas e até mesmo histórias de superação que milhares de pessoas vivenciaram sob o poder dos nazistas.


www.chuvanojardim.com.br


Minha opinião:

Acredito que pela leitura acima já tenha ficado claro do quanto o livro é impactante e doloroso. Já tinha lido muitos outros livros dessa temática e confesso que sempre é bem intenso. Você consegue ver cada situação de pontos de vistas diferentes. A escrita de Mario Escobar é clara, objetiva e de fácil compreensão. Achei que foi escrita com muito amor a história de Helene , seu esposo e filhos.
Indico bastante a leitura . É um livro muito bonito narrado em primeira pessoa pela própria Helene.


Sobre o Autor:

Autor Mario Escobar


Mario Escobar Golderos é um escritor e espanhol historiador. Os seus trabalhos foram traduzidos em quatro línguas , Publicou 20 livros , incluindo biografias, romances e ensaios. colaborador regular de História Nacional Geographic , Beyond e um programa diretor de livros e blog "Spanish Best Seller".

pagina do autor Aqui


Nota de 0 a 10: 9.8
Titulo: Canções de ninar de Auschwitz
Autor: Mario Escobar
Ano: 2016
Editora: Harper Collins
pag. 224

quinta-feira

Minha Paixão é Ler - Um Doce de Confeiteiro - Janaina Rico -Resenha

www.chuvanojardim.com.br


Olá pessoal!!

A resenha de hoje envolve receitas deliciosas, muitas guloseimas e um confeiteiro que ficou famoso com uma hasteg no instagram. Sim! O personagem de Janaina Rico conquistou a todos com seu talento e beleza, através de uma pessoa que surgiu na vida dele , tornou-se o mais desejado confeiteiro do Brasil. Estou falando do Livro ''Um doce de Confeiteiro''.

O livro conta a história de Daniel – Um homem com seus problemas e amarguras, após perder sua esposa por uma fatalidade, resolveu seguir a vida sem se envolver com ninguém , apenas se dedicando à sua filha Fernanda e seus negócios no mundo da culinária. Daniel nunca poderia imaginar que uma batida de carro e uma entrevista para um programa de TV poderia mudar sua vida por completo.

Por outro lado, está Renata. Com seus planos de se mudar para Londres e dar um UP na carreira, não esperava que ao baterem em seu Fox crossfire laranja , ela iria pensar mil vezes antes de tomar as decisões certas. É claro que duas vidas quebradas iriam , em algum ponto, se encontrar.

A paixão foi instantânea e Renata se apegou a Daniel e a Fernanda , tornando a vida dela um conto de sonho e pesadelo nesses 28 dias que restavam para ela ir embora à trabalho. Muitas situações, alegrias e novidades na vida de Renata. Qual a decisão que Renata, por fim, vai tomar?


www.chuvanojardim.com.br


Sinopse:

Uma jornalista obstinada, em busca de novos horizontes na carreira. Um confeiteiro premiado, que prefere a reclusão de sua cozinha. Renata acreditava que aquele seria seu último dia de trabalho na redação atual e então ela poderia seguir para o emprego dos sonhos, em Londres. Bastava entrevistar o confeiteiro Braga, recém ganhador da premiação "Melhor Cupcake das Américas". Um profissional que zelava pela discrição e que nunca havia exibido seu semblante na mídia. A caminho do Braga’s Cake Design uma batida de carro a faz conhecer um bonitão, que a atrai imediatamente, mesmo que ele tenha machucado o seu possante. Ao chegar no local da entrevista, ela descobre que o confeiteiro e o moço bonito são a mesma pessoa e, em meio a tantas guloseimas, a atração entre eles se torna ainda mais irresistível. Só que a jornalista está de partida para a Inglaterra e agora precisa tomar uma decisão. O que vale mais? O emprego de ouro ou uma paixão avassaladora? Com muito açúcar, chocolate e merengue, este romance é uma receita de sensações intensas e avassaladoras, ingredientes que irão lhe deixar com água na boca e com vontade de experimentar o gosto de se apaixonar por um confeiteiro.


Minha Opinião:

Renata tem uma história de vida triste , que confesso, me fez chorar de raiva e desespero.
É triste , pois a forma como a autora descreveu fez tudo muito real, com detalhes dos momentos de terror vividos por Renata. Leia pra saber o que é e se emocionar também. E esse trauma fez a jornalista ficar fechada para o amor, até conhecer Daniel. Porém, apesar de amar a protagonista por causa de tudo que ela passou , Renata se torna uma pessoa chata e repetitiva , o tempo todo com a mesma coisa. Chora o tempo todo , indecisa, sempre obstinada por seu trabalho , mas nunca seguindo em frente , e achei um detalhe importante : Por ela não ser feliz , ela fica enraivecida e não deseja a felicidade dos outros, sempre falando mal por alguém estar sorrindo e alegre, meio que rogando praga , com cara fechada, maltratando os fãs... Isso foi desnecessário e até feio.

Já Daniel é um amor, apesar de todo sofrimento dele , não maltrata ninguém , é um ótimo pai, é romântico e cavalheiro, se dando uma chance de recomeçar e amar , apesar de tudo. Ele é realmente um doce de confeiteiro.
No geral, o final é muito fofo , lindo ! E nos faz ficar desejando o livro com a versão dele em ''Um sonho de Confeiteiro'', sim esse livro é a versão dela. Indico o livro . Ele tem uma linguagem simples e divertida, um romance contemporâneo e leve.

Nota de 0 a 10 : 8.0
Titulo: Um doce de Confeiteiro
Autora: Janaína Rico
Ano: 2017
Páginas: 292



Topo