segunda-feira

Vem conhecer Penedo- RJ – Parte 4 Final- A pousada

Pousasa Suarez -Penedo RJ



Olá meus amores!!! Hoje estou aqui para postar para vocês a 4 parte  sobre Conhecendo Penedo ( ultimo post sobre isso )e hoje vou falar sobre a pousada que eu fiquei.

Em primeiro lugar quero que saibam que essa é minha opinião sincera e se eu não gostei de algo, algum serviço ou produto não vou fazer propaganda né , mas gostando falarei com todo amor que estiver no meu coração sobre aquilo, pois é verdadeiro.
A pousada que eu fiquei foi a SUAREZ. De ante mão quero dizer que ela é sim uma ‘Senhora Pousada’! É enorme, muito linda, arrumada, limpa, agradável. Quando chegamos lá (meu maridinho e eu) houve um atraso na entrega do nosso quarto ( você encomenda tudo antes pelo site ou telefone o tipo de quarto que você quer e tal), então eles foram solícitos, guardaram nossas malas, nos encaminharam para o almoço. Depois, na volta eles nos avisaram que tinha algo quebrado no nosso quarto e nos enviaram para um quarto superior, lindo! Sem cobrar nada (é claro) e deram um brinde da casa pela espera. Até aí, eu gostei muito do atendimento, da sinceridade deles e do brinde é claro kkk (porque não?). A unica coisa que fiquei triste foi não ter conseguido comprar o tourinho Suarez kk, é fofo demais

Clique na foto para ver em tamanho maior, ok. 


Pousasa Suarez -Penedo RJ

Pousasa Suarez -Penedo RJ

Quarto da Pousada Suarez

Pousasa Suarez -Penedo RJ



Lá é pacote fechado, eles só fazem assim porque é a política deles. Então já é incluso no pacote: Café da manha, Almoço e janta com direito a bebidas e sobremesas.
A ilha de comida é grande e tem muitas variedades, é self-service e a bebida eles vão de mesa em mesa perguntando e depois levam. A comida é ótima, muito gostosa mesmo e as sobremesas são tantas!!! No café também tem muita variedade, então no quesito comida a nota é 10.


Pousasa Suarez -Penedo RJ

Pousasa Suarez -Penedo RJ


Pousasa Suarez -Penedo RJ
Nem reparem minha cara de sono, tá!

Os passeios não são inclusos, mas a pousada facilita colocando em contato direto lá na pousada mesmo. Foi de lá que fizemos os passeios de quadriciclo, as idas ás cachoeiras, as caminhadas matinais, a ida ao mirante e o passeio de trenzinho pela cidade.


Se você for em lua de mel, a pousada tem vários eventos legais. No meu caso foi assim: No domingo teve jantar e bingo de boas vindas. Na segunda feira teve jantar  com show ao vivo ( muito legal) , na terça feira teve jantar especial a luz de velas...

 Teve um dia, acho que foi na segunda, fizemos uma caminhada à tarde (todos os casais que estavam na pousada e quem quisesse ir), chegamos por volta de umas 16h30min, quando chegamos à pousada tinha preparado um lanche com chocolate quente, vários bolos e coisas gostosas especialmente pra gente!! E Lá não tem lanche da tarde... Achei super atencioso, muito legal mesmo! Essas mínimas coisas deixam o cliente feliz. Depois teve alongamento e ioga e a noite depois do jantar teve cinema. <3




Pousasa Suarez -Penedo RJ

Pousasa Suarez -Penedo RJ

Pousasa Suarez -Penedo RJ





Tem piscina de água quente, tem a piscina lá de cima (no alto), tem sala de jogos, muita paisagem bonita pra tirar foto. Gostei muito de lá.


Pousada Suarez Piscina

Piscina da pousada Suarez Penedo RJ

Pousasa Suarez -Penedo RJ


A pousada não permite consumo de alimentos trazido de fora na área de alimentação. Mas no quarto, se você comprou algo no mercado pode consumir. Sejamos realistas: A garrafa pequena de água lá me custou quatro reais (uma), enquanto no mercado compramos 2 litros por R$1,50 (tem um frigobar no quarto e colocamos pra gelar lá) é mais vantajoso, principalmente quem vai com família e precisa de água pra si e para a criança. Compre no mercado. Alias tem um mercadinho ótimo na mesma rua da pousada é só andar 3 minutos, lá tem tudooooo até havaianas. Compramos água e biscoito pra a volta lá.

Eu indico a pousada porque realmente eu gostei. Todo lugar tem seus defeitinhos né, mas eu acredito que lá seja a mais completa pousada de Penedo ( tem outras lindas, mas lá é completa)  Alem de ser arrumada, limpa ( eles trocam a roupa de cama e toalhas diariamente eles entram nos quartos não deixe nada de valor a toa), eu gostei muito de tudo. O único contra nesta pousada é que eles cobram taxa de 10% de serviço que você paga antes ou durante ou no final. Mas como o pagamento é facilitado fica melhor. 


Pousasa Suarez -Penedo RJ

Eu na Pousada Suarez Penedo RJ

Pousasa Suarez -Penedo RJ EU

Pousasa Suarez -Penedo RJ
Bem legal esse memorial da Pousada Suarez, contado a história da familia.


Deixem seus comentários aqui em baixo, quem já foi deixa sua opinião também

Espero que eu tenha ajudado vocês a conhecerem melhor essa pousada magnífica.


Beijos Estalados <3




sexta-feira

Cartão De Visita Para seu Blog




O blog fechou uma parceria super interessante, um produto bem especial eu um dia todas nós poderemos optar em ter mais cedo ou mais tarde porque é legal até para divulgar o blog, para publicidades e propaganda que o blog  vier a ter futuramente: O cartão de visita do blog. Fico muito feliz por isso.

Criar cartão de visita
Com ele fica mais fácil, não acham? Nem sempre iremos ter um e-mail ou acesso á internet na hora, mas se tivermos um cartão... Podemos entrega-lo naquela tão sonhada empresa, porque não? Afinal, dar teus dados/dados do blog em um papel não é ruim, mas dar um cartão bonito já é outra coisa.



 Sobre a Criar cartão:

texto:site criar cartão com adaptações.

A Criar cartão é uma gráfica online especializada em cartões de visita. Ela disponibiliza uma vasta gama de modelos, feitos por talentosos designers, que podem ser personalizados através de um editor online para ficarem do jeito que você quiser. Através deste editor também é possível criar um modelo a partir do zero. A Criar cartão oferece serviço de impressão de altíssima qualidade digital ou offset e também permite que o cliente baixe os modelos criados gratuitamente nos formatos PDF, PNG ou JPEG OU receba na porta de sua casa.

Criar cartão
todas as fotos são do site criar cartão

Criar cartão


O cartão de visita é certamente  uma das importantíssimas ferramentas de marketing que uma Empresa, pessoa ou instituição possui. Pelo fato de que é no cartão de visita que o profissional irá fornecer as principais informações de contato para potenciais clientes ou seus atuais clientes. Porém, a qualidade do cartão, boa impressão, boa imagem deve, sem duvida, ser atrativo e elegante.
Criar cartão

Criar cartão



Na criar cartão você pode criar infinitas personalizações, adicionando, retirando ou criando todos os dados que você necessitar, usando logos e imagens PNG com fundo transparente e inúmeras coisas mais.  A criar cartão conta com uma vasta variedade de modelos já prontinhos. São muitíssimos modelos! Todos são bonitos e personalizáveis, o que torna fácil ao usuário conseguir montar um cartão do jeito que ele quer e necessita pra sua empresa.


Criar cartão



Tipos de papel e acabamento:

Couchê 300g com laminação fosca dos dois lados. Dimensões: 90mm x 50mm
Couchê 300g com verniz na frente. Dimensões: 90mm x 50mm
Todos os nossos cartões são impressos em papel proveniente de madeira reflorestada




Como funciona o passo a passo para criar seu cartão:
  1. Para criar um cartão é extremamente simples.
  2. Entre em Criar cartão
  3. Digite o seu nome e sobrenome na página inicial.
  4. Escolha um modelo para personalizar ou clique em "crie seu próprio modelo"
  5. Personalize seu modelo, adicione imagens, textos, QR code, ícones, posicione onde desejar, e quando terminar, clique em "Finalizar cartão".
  6. Crie uma conta no site ou faça o login para poder baixar as imagens do cartão ou pagar e receber os cartões impressos na porta da sua casa.
Outra coisa que eu gostei bastante sobre a criar cartão é que você pode pagar pelo pagseguro o que te dá maior segurança e o site é homologado pela GoDaddy além da questão do frete ser gratuito.

  • ·          Pagamento protegido pelo Pagseguro.
  • ·          Informações pessoais blindadas e criptografadas.
  • ·          Frete gratuito para todo o Brasil.
  • ·          Site seguro com criptografia (SSL) homologado pela GoDaddy.



Minha Opinião:

Como sou bem exigente e confesso que eu estava super ansiosa para testar as qualidades da Criar cartão, eu fiz o cartão do blog é claro. Achei super fácil de fazer, na verdade eu vi que muitíssimos modelos prontos e super lindos! Você fica em duvida sobre qual escolher. Eu resolvi colocar o slogam do blog com o nome tudo direitinho. Consegui colocar a foto de fundo que eu queria e as cores e ainda coloquei imagens de fora. Na parte de trás do cartão coloquei os dados do blog, como email, endereço de pagina e da fanpage.
Quando você vai fechar a compra tem a opção de ser impresso ou obter só a arte para que você possa imprimir posteriormente.Dá pra ver como vai ficar a arte, na tela final você escolhe o tipo de papel e se vai ser fosco, verniz com brilho , frente e verso ou só frente, etc e dá pra ver como fica quando escolhe *_*  : Fiquei apaixonada!! Lindo!!

No site também há muitas avaliações de clientes que ficaram bem satisfeitos. Confesso que eu não conhecia a criar cartão, mas já gostei e indico, Jamais indicaria para meus leitores algo que eu não tivesse experimentado e gostado.Gostaria até de saber a opinião de meus leitores que adquirirem o produto.
 Outra coisa que eu achei bom foi o preço. Quando eu precisei achar uma gráfica para imprimir algumas coisas do meu casamento ficaram caríssimas as impressões ( tipo 80 convites ficaram o olho da cara) fora inúmeras outras coisas que precisei, então fiquei com medo, mas no próprio site tem a tabela e achei os preços ótimos porque além do frete ser gratuito e previsão de entrega de até  7 dias úteis, os cartões são lindooooos. Você escolhe a quantidade de cartões que quer comprar :100,250,500 e 1000 (ou só a arte para imprimir depois) e você pode ainda parcelar as compras em até 12 X sem juros pelo PagSeguro. Fica muito barato!!

Quando eu efetuar o pedido e o cartão do blog chegar eu posto, mas agora fiquem a prévia de como ficou. Apesar da foto do celular não ter ficado boa ,não consegui printar :( 

Mira aê:


É a tela de revisão final




Bjss <3




Criar cartão de visita

quarta-feira

Trajes Wedding Indiano.

Casamento Indiano


Tô apaixonada! <3

Sério! Eu estava pesquisando sobre alguns looks indiano como o Saree ou Sarí  que é magnífico! E encontrei esse tipo de look para casamento! As roupas são magníficas! Lindas, mas o romantismo que esse tipo de look passa associado com uma sensualidade natural é surpreendente! Muito chick essas mulheres!

Sobre o Saree ou Sarí:

Escrevendo rapidamente sobre o Saree, essa roupa tradicional lindíssima O sári é um traje nacional das mulheres indianas, constituído de uma longa peça de pano que envolve e cobre todo o corpo. São utilizados cerca de 6 metros de tecido. Tem um site bem legal que é o blog Coramig, onde explica tudinho sobre essa roupa.

Tem alguns outro site de referência das fotos e de outras matérias que eu encontrei e que podem ser uteis para quem quer saber mais ou comprar :

India

Mulheres Indianas

Roupas Indianas


Então, já que essa semana eu comemoro meu primeiro aninho de casada com meu maridinho e essas fotos de casamento indiano são lindas e apaixonantes resolvi compartilhar ( o que acabou mudando o foco do post). Gente dá uma olhada nesses trajes de Wedding, os noivos, as maquiagens, as joias, o clima romântico e o AMOR! Que tudoooo!!!  ( clique a foto para ver maior). É claro que no Brasil predomina o tradicional Branquinho e não usamos coloridos, mas pra elas (onde lá é tradição) eu achei super lindoo. Imagina! Com o Branco aqui ficamos doidas, imagina se fosse colorido, com brilho e pedras e tantas cores pra escolher?? ficaríamos piradinhas kkkk. Os noivos também estão Arrasando no Traje. Mas o principal que eu observei foi o romantismo entre os casais, muito perfeita a sintonia, Não acham?


Casamento Indiano

Casamento Indiano

Casamento Indiano

Casamento Indiano

Casamento Indiano

Casamento Indiano

Casamento Indiano

Casamento Indiano

Casamento Indiano

Casamento Indiano

Casamento Indiano



O que vocês acham? Gostam das vestes indiana?



beijos Estalados *_*


terça-feira

Nostalgia, minha palavra de hoje...



Uma das coisas mais preciosas que fiz em muitos anos foi o blog. Sim, o blog! Pois com ele me sinto em casa onde quer que eu esteja, me sinto. Sinto-me bem em falar, conversar e expor minhas ideias, compartilhando o tudo ou o pouco que aprendi.



A palavra de hoje pra mim é nostalgia! Que saudade do tempo de infância, por mais difícil que tenha sido, que saudade de onde eu morava, que saudade das folhas de outono no chão, sendo levadas com o vento...



Saudades de brincar de pique - esconde, amarelinha, pique - bandeira, brincar de roda. Saudade da inocência da infância, coisa que não vemos muito hoje em dia. Saudade de quando meu pai me levava na corcunda, me comprava um simples sorvete e dizia que tudo ia ficar bem. Saudade da minha mãe  fazendo rosquinha,bolinho de chuva, ou simplesmente ao nosso lado, ainda que a fome aumentava e não se tinha nada para comer. O amor incondicional de uma mãe, que penteava meus cabelos e colocava meias nos meus pés, segurava minha mão e eu estava protegida..
Como eu sinto falta de andar com os pés no chão, descalça enquanto brincava na terra, subia uma arvore, corria sem parar.
Sinto falta do clima que parecia diferente... Sinto falta do sol que não dilacerava minha pele, sinto falta dos banhos de chuva, de andar despreocupadamente, de viver sem pensar no amanhã. Até o arco-iris tinha mais cores, as tardes eram mais mágicas e a noite tinha mais estrelas...



Nostalgia, essa tem sido minha palavra há algum tempo, e ainda é minha palavra hoje.
Pena a infância de hoje não ter conhecido a infância de ontem, as cantigas, a inocência, as brincadeiras. O colo da avó enquanto saía do forno um bolo quentinho...


Renata Oliver.


Criar cartão de visita

sexta-feira

Minha Paixão é ler: Sobrevivi para contar-Immaculée Ilibagiza

Olá pessoal,

Hoje trago mais uma resenha de um livro que pra mim foi um prazer lê-lo e saber mais sobre a história dessa grande mulher. Pretendo não me estender muito na resenha porque senão dá preguiça de ler né . Então vamos lá:

O livro Immaculée Ilibagiza- Sobrevivi para contar fala sobre a infância, adolescência e toda a vida de Immaculée antes, durante e depois do genocídio de Ruanda. Quem leu a resenha anterior sabe o que aconteceu em Ruanda em 1994.




Esse livro eu li logo após ter lido o livro As flores doRuanda, pois como o assunto ainda estava fresco na memória, eu resolvi dar continuidade com este livro. Quando comecei a ler ``As flores do Ruanda `` eu nem tinha ideia sobre este outro livro de Immaculée Ilibagiza, porém ela , sem duvida, é uma das mais aparentes e influentes figuras sobrevivente do Genocídio de Ruanda. Hoje ela possui uma instituição onde ajuda os órfãos e os sofridos daquela época, além de ter se tornado membro da ONU.

Sobrevivi para contar
Immaculée Ilibagiza, sobrevivente do genocídio em Ruanda, durante palestra em São Paulo(Aline Lata/VEJA)


Me apaixonei pela história dela pois ela nos conta tudo o que passou , tudo o que sofreu com a perda da família (quase toda) e o quanto estar com o coração e a alma envolvidos no amor de Deus foi o que fez com que ela sobrevivesse. A fé desta mulher é surpreendente, O poder da fé que a salvou de um massacre e o Incrível perdão que depois ela conseguiu demonstrar para aqueles que feriram e mataram sua família (ela foi à cadeia perdoar o assassino de seu Irmão). E é justamente esta fé o diferencial do livro. Quem ler vai entender.

Sinopse:

Três meses confinada num banheiro minúsculo com mais sete mulheres famintas e aterrorizadas, sem condições mínimas de higiene, saúde e alimentação, lutando contra o desespero e ouvindo as vozes dos assassinos que queriam matá-la cruelmente. O período de tortura física e psicológica é só uma parte do que a jovem Immaculée Ilibagiza teve que suportar, aos 22 anos, para escapar dos soldados que exterminaram sua família e seu povo durante o genocídio que destruiu Ruanda em 1994. Em 'Sobrevivi para Contar', escrito em forma de depoimento ao jornalista Steve Erwin, Immaculée conta, sobretudo, como conseguiu sobreviver emocionalmente ao massacre de sua família, cujos detalhes ela também revela em sua narrativa.


Trecho do livro- Introdução pg.17 Eu me chamo Immaculeé

Ouvi quando os assassinos chamaram meu nome.
Estavam do outro lado da parede, menos de 2,5 centímetros de gesso e
madeira nos separavam. Suas vozes eram frias, duras e decididas.
— Ela está aqui... Sabemos que está aqui em algum lugar... Tratem de
encontrá-la, encontrem Immaculée.
Eram muitas as vozes, muitos os assassinos. Eu podia vê-los com os olhos da
mente: meus antigos amigos e vizinhos, que sempre me haviam recebido com
amor e bondade, andavam pela casa, munidos de lanças e facões, e chamavam
meu nome.
— Já matei 399 baratas — disse um deles. — Com Immaculée serão
quatrocentas. Esse é um bom número para se matar.
Encolhi-me, sem mexer um músculo sequer, em um canto de nosso minúsculo
banheiro secreto. Assim como as outras sete mulheres que se escondiam comigo
para proteger suas vidas, prendi a respiração para que os perseguidores não nos
ouvissem.
Suas vozes dilaceravam minha carne. Senti-me em fogo, como se estivesse
deitada sobre um leito de carvões ardentes. Uma avassaladora onda de medo
tomou conta de mim; milhares de agulhas invisíveis penetraram meu corpo. Eu
nunca havia imaginado que o medo pudesse provocar tamanho sofrimento físico.
Tentei engolir, mas minha garganta se fechou. Não havia saliva em minha
boca, que parecia mais seca do que areia. Fechei os olhos, na tentativa de
desaparecer, mas as vozes soavam cada vez mais alto. Eu sabia que eles não
teriam piedade, e um único pensamento ecoava em minha mente: Se me
pegarem, eles vão me matar. Se me pegarem, eles vão me matar. Se me pegarem,
eles vão me matar...


Quem já leu, deixe nos comentários <3 bjss :)


Informações do Livro:

Autor: Steve Erwin
Copy right © 2006 by Immaculée Ilibagiza
Originalmente publicado por Hay House Inc., Estados Unidos
Todos os direitos desta edição reservados à
EDITORA OBJETIVA LTDA. Rua Cosme Velho, 103
Rio de Janeiro — RJ — CEP: 22241-090
Tel.: (21) 2199-7824 — Fax: (21) 2199-7825
www.objetiva.com.br
Título original: Left to Tell
Capa: Marcela Perroni / Ventura Design
(adaptação da capa original de Patrick Flood)
Imagem de capa:  J. Salvatorie Tangorre
Paginas:224


Nota do Livro de 0 A 10 :  10


terça-feira

Minha paixão é ler: As flores do Ruanda




Livro: As flores do Ruanda
créditos da imagem da capa - Autor: Scott Chacon from Dublin, CA, USA




Hoje trago mais uma resenha de um livro que li nesse mês e que de fato é impactante. Obra do autor Adelson Correa da Costa.

O livro fala sobre o genocídio que ocorreu em Ruanda (um país do continente africano) em 1994 onde quase um milhão de pessoas, a maioria da etnia Tutsi, foram mortos em uma chacina em massa.
No livro, há vários personagens e histórias que se encontram e se completam dando origem ao amor, amizades e dores diante da tragédia daquele povo.
Na minha opinião, acho que as pessoas que leem o livro, de uma forma ou de outra se apaixonam pelo povo ruandês, sua história e suas dificuldades na vida, assim como desperta no leitor certa raiva, em certo momento, pelos responsáveis pela chacina onde homens , mulheres e crianças sofreram todo tipo de horror, abusos, mortes terríveis e tudo isso pela ignorância.

 O livro conta com muitos personagens fortes, como a doutora Isabelle que é uma médica americana recém-formada que se inscreve na cruz vermelha e é enviada para Ruanda para ajudar e torna-se uma espécie de protetora / defensora do povo, principalmente para os Twás. Ela é uma personagem engraçada e em momentos o leitor se diverte com ela e ao mesmo tempo ela é uma personagem forte e determinada, ela é a protagonista do livro. Existem também outros personagens como o doutor Mike um personagem cheio de mistérios que vai te deixar de queixo caído. Os interahamwes (milicianos que tocavam o terror no povo),Canisous Robuga (o detestável de todos os tempos),os twás mukono e Tharcisse Mugabe e muitos outros.  Além dos personagens fictícios foram mantidos também por fatores históricos alguns nomes reais como o presidente hutu que foi assassinado e também o atual presidente de Ruanda o tutsi Paul Kagame que na época era comandante do exercito da frente patriótica Ruandesa e venceu a guerra.

O livro não é sobre a história do genocídio em si, não propriamente dito. Porém o livro começa e termina citando, contando histórias reais e falando sobre como desencadeou o genocídio dentro de uma história fictícia. Simplesmente o Máximo! O autor realmente me surpreendeu, livro maravilhoso.

Para entender um pouco sobre Ruanda > Fragmentos pag. 10 do livro cap 1 O Ruanda lembra seus mortos:

 ``No Ruanda, vivem basicamente três grupos étnicos: os hutus (rutus), que formam a
maioria com cerca de oitenta e cinco por cento da população; os twas (tuás) com menos de um por cento e os tutsis (tútsis) com mais ou menos quatorze por cento. Os twas foram os primeiros habitantes a chegarem à região montanhosa do atual Ruanda, por volta do século VI a.C. Em sequência, chegaram em meados do século VI d.C. os hutus e, aproximadamente, cem anos depois, os primeiros tutsis. Os twas se comunicam entre si em rukiga, sua linguagem original, todavia se utilizam do kinyarwanda (kinyaruandês, ruandês), inglês e francês presentes no país.

Os twas são um povo pigmeu indígena de altura e peso médios de um metro e meio e
quarenta e cinco quilogramas que habitam a África Central e parte da Ásia. Existem relatos da sua presença na região desde os tempos dos egípcios.
No início da formação histórica do país, os três grupos étnicos, os hutus agricultores,
os tutsis pastores e os twas caçadores e extratores dos recursos das selvas coexistiram em harmonia até que a região foi colonizada pelos europeus. O Ruanda, na conferência de Bruxelas, em 1890, foi dado à Alemanha. Os alemães controlaram a região até a derrota na Primeira Guerra Mundial, quando o protetorado do Ruanda foi entregue à Bélgica.
Os belgas identificaram os indivíduos por meio de cartões raciais e dividiram
formalmente a população por grupos étnicos. A ação de marcar com cédulas de identidade os grupos é tida como instigadora da cisão étnica. Eles se acercaram da minoria tutsi para governar o país e discriminaram os hutus, o que acelerou a exacerbação do ódio racial.
Os hutus, entre os anos de 50 e 60 do século passado, tomaram o poder, expulsaram os
belgas e massacraram os tutsis, que, aos milhares, fugiram para o exílio em países vizinhos, onde fundaram um movimento de resistência armada. Em face da morte de quase um milhão de tutsis, há um paralelo entre o genocídio ruandês e o holocausto judeu impetrado pelos nazistas na Segunda Guerra Mundial.``

Sinopse:

``De 06 de abril a 10 de julho de 1994 ocorreu em um pequeno país centro-africano chamado Ruanda uma matança indiscriminada de milhares de indivíduos da etnia tutsi perpetrada pelos hutus com os quais convivem. As Flores do Ruanda é um romance que relata a épica jornada de um ano de duração de uma médica americana, Dra. Isabelle, inserida em um contexto hostil de guerra civil a serviço da Cruz Vermelha Internacional. O seu contato com os pigmeus africanos denominados twas nos apresenta este povo sofrido que, sem ao menos perceber as razões da matança generalizada, foi impiedosamente chacinado. Expulsos do Ruanda pelos hutus, os tutsis se organizam no exílio do Uganda e fundam a Frente Patriótica Ruandesa, grupo guerrilheiro armado que invade o país a partir do Norte, em busca da retomada do poder político central. Este esforço demanda intensas contendas e batalhas sangrentas, motivando a retaliação hutu por meio do genocídio ruandês, que visou o extermínio da etnia opositora".


Fragmento pag. 60 cap. 3 - Os Twás:

''O comandante Kagame, o líder da guerrilha tutsi, decidiu que era
chegada a hora de acelerar e resolver de vez aquela conflagração, caso desejasse ainda
encontrar tutsis vivos no solo ruandês. Comentou:

Viver é esbarrar contra o futuro. Ou vamos ao encontro dele ou ele retorna para nos
buscar.''

Minha Opinião:

O livro é Perfeito, me emocionei e me apaixonei pela história do povo tão sofrido, me surpreendi com o final , senti inúmeras emoções e também me senti grata por conhecer o autor e a obra. Recomendo muito a leitura.

créditos da imagem da capa : Scott Chacon from Dublin, CA, USA


Autor: Adelson Correia da costa
Paginas: 387 (e-book)
Ano: 2012
Nota de 0 a 10: 10               

Convido cada um para conhecer As flores do Ruanda. Caso você já tenha lido, deixe sua opinião, compartilhe conosco.

Visite também as resenhas anteriores: 



**Beijos estalados **





Topo