quarta-feira

Minha Paixão é Ler: Canções de Ninar de Auschwitz- Mario Escobar- Resenha


www.chuvanojardim.com.br


A resenha que trago hoje é sobre aquelas histórias que nos fazem viajar no tempo, momentos de dor e sofrimento vividos por pessoas inocentes que sofreram e pagaram o preço por ideologias doentias de alguns lideres do passado.

O fato é que , todo aquele inferno aconteceu e milhões de inocentes morreram , padeceram de forma cruel e não pode ser esquecido , todo o sofrimento não pode ser esquecido.

Por isso gosto tanto de biografias ou romances baseados em histórias reais porque nos revelam aqueles sentimentos vividos, com detalhes nos fazendo sentir como se compartilhássemos de toda a história.


www.chuvanojardim.com.br


Canções de Ninar de Auschwitz do autor Mario Escobar é um livro que conta a história de Helene Hannemann seu marido e seus cinco filhos.
Helene que era Alemã casou-se com Johann um cigano e teve com ele filhos lindos dentre eles dois gêmeos.
Moravam em Berlim em 1943 quando começou a perseguição com os judeus , ciganos e outros povos que os alemães diziam ser inferiores. Helene era enfermeira , já seu esposo era musico, mas naquele momento já não havia trabalho pra ele que ficava em casa com sua filha mais nova enquanto os outros iam pra escola pela manhã .
Foi em um desses dias que Helene foi abordada pelos guardas da Gestapo , que levaram presos seu marido e seus cinco filhos, porém disseram que ela poderia ficar livre já que era Alemã. Porém , qual mãe abandonaria seus filhos pequenos em um campo de concentração? Helene decidiu ir com eles.

Helene conta no livro sua história de vida, como adolescência, a família, como conheceu Johann , como se apaixonou por ele, o casamento e os primeiros anos de casados. As memorias sendo intercaladas com a atual realidade desesperadora , como as perdas, o medo , os maus pressentimentos.

O livro narra a ida da família no trem de carga para Birkenau , os tormentos passados no trem , as mortes e o desespero. Narra a chegada nos barracões, a pobreza extrema, a fome, a imundice no local, as doenças que acometiam as pessoas , as mortalidades das crianças , as chaminés com os corpos voando em cinzas, os trens lotados que chegavam diariamente e as experiências macabras de Mengele.

Como Hannemann era enfermeira , logo começou a trabalhar na enfermaria de Birkenau e logo teve uma aproximação com Mengele, narrando como ele era, as atitudes e os momentos raros de humanidade que eram bem peculiares.
O fato dela ser chamada também para ajudar em uma creche , ajudou a poupar seus filhos da morte precoce e da fome extrema , apesar deles terem passado muitas necessidades também. Mas a creche também tinha um objetivo macabro: O médico monstruoso selecionava as crianças diretamente dali.
A maioria naqueles barracões eram crianças ciganas , apesar que tinha também crianças judias e outras, de vários países.

Tem muitos momentos emocionantes , tristes e reais. E um final extremamente impactante.

Vem descobrir o significado de Cancões de Ninar de Auschwitz.


www.chuvanojardim.com.br




Sinopse:

Neste livro, Mario Escobar conta a trajetória real de uma família que passou 16 meses encarcerada em um campo de concentração nazista. Helene Hannemann era alemã, mas mesmo assim optou por partir para Auschwitz junto de seu marido e os cinco filhos com ascendência cigana quando os policiais da Gestapo bateram à sua porta. Por ser enfermeira, mas, sobretudo, alemã, Helene foi escolhida pelo médico Josef Mengele, mais tarde conhecido como ‘O Anjo da Morte’, para ser a diretora do jardim de infância do campo. No final da guerra, entre os papéis de Mengele, foi encontrado o diário que Helene manteve durante todo o seu período no campo de extermínio. Tendo como base a infeliz história daquela família, o autor nos emociona e surpreende ao narrar os medos, privações, torturas e até mesmo histórias de superação que milhares de pessoas vivenciaram sob o poder dos nazistas.


www.chuvanojardim.com.br


Minha opinião:

Acredito que pela leitura acima já tenha ficado claro do quanto o livro é impactante e doloroso. Já tinha lido muitos outros livros dessa temática e confesso que sempre é bem intenso. Você consegue ver cada situação de pontos de vistas diferentes. A escrita de Mario Escobar é clara, objetiva e de fácil compreensão. Achei que foi escrita com muito amor a história de Helene , seu esposo e filhos.
Indico bastante a leitura . É um livro muito bonito narrado em primeira pessoa pela própria Helene.


Sobre o Autor:

Autor Mario Escobar


Mario Escobar Golderos é um escritor e espanhol historiador. Os seus trabalhos foram traduzidos em quatro línguas , Publicou 20 livros , incluindo biografias, romances e ensaios. colaborador regular de História Nacional Geographic , Beyond e um programa diretor de livros e blog "Spanish Best Seller".

pagina do autor Aqui


Nota de 0 a 10: 9.8
Titulo: Canções de ninar de Auschwitz
Autor: Mario Escobar
Ano: 2016
Editora: Harper Collins
pag. 224

Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

9 comentários:

  1. Oi Rê, tudo bem? Eu acho esse tipo de leitura, bastante impactante, não sei se eu teria emocional para ler essa obra até o final, do jeito que sou chorona, logo no iníci estaria destruida. Ainda assim, acho essas obras bastante validas porque são histórias que não podemos esquecer, jamais. Parabéns pela resenha incrível!

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?

    Não conhecia a obra e fiquei impressionada só de ler sua resenha. Em certos assuntos sou muito sensível e não sei se teria coragem para ler. Vou anotar a dica, e procurar mais sobre livros assim, quem sabe um dia dou uma chance. Apesar de forte, foi uma realidade né?

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Que livro forte pela sua resenha eu pude sentir um pouco como esse livro é forte e passado e é por isso que eu não consigo ler livros assim pois não vou conseguir ler sem chorar dica anotada

    ResponderExcluir
  4. Oi! Apesar de eu gostar muito de livros que tragam o tema da segunda guerra, eu sou muito emotiva, e sei que vou chorar muito ao ler um livro assim. Fico sempre assustada com o tamanho da crueldade que aqueles homens foram capazes de fazer.. Imagina ela, mãe, esposa, tendo que viver neste terror, de não saber se seus filhos iam ou não estarem vivos no dia seguinte.. É muito triste, e acho que todo mundo que pensa ser melhor que alguém pela cor, ou por classe social, ou seja lá o que for a diferença, deveria ler um livro temático na segunda guerra, e ver o que um pensamento podre como este pode causar.. Obrigada por compartilhar!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  5. Oiii tudo bem??

    Adoro livros com essa temática e sempre me emociono e me apaixono. Não conhecia o titulo nem o autor, e fiquei bem atraída pela história dessa mãe.
    Deve ser emocionante do inicio ao fim. Quero realmente fazer essa leitura.
    Adorei
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  6. Oi Rê tudo bem? Não conhecia esse autor, mas fiquei emocionada por ler sua resenha, já li alguns livros sobre esses campos de concentração e os relatos me deixam sempre com um sentimento de injustiça, mas enfim essa dica vou anotar, pois essa história deve ser uma daquelas que impacta nós leitor. Parabéns pela resenha deu para ter uma ideia do vou ler, obrigado pela dica, bjs!

    ResponderExcluir
  7. Caramba essa foi a primeira resenha que li sobre esse livro e confesso que fiquei impactada. Como vc mesma destacou, não podemos esquecer os absurdos do passado para tentar evitar que eles se repitam. Mas confesso também que costumo evitar essa temáticas, me envolvo muito e fico emocionalmente abalada por um tempão, então só me arrisco se estiver numa ótima fase. Mas enfim valeu pela dica de leitura e parabéns pela leitura.

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  8. Oi, como você adoro romances que tem como pano de fundo fatos reais...Ler a sua resenha me deixou bem curiosa sobre esse livro, eu não o conhecia!

    ResponderExcluir
  9. Oi Rê,
    Eu gosto muito de livros que retratam a guerra, e confesso que não conhecia esse ainda e que já anotei na lista,acho que esses livros despertam a nossa humanidade que pode se apagar aos poucos perante o dia a dia.

    beijokas

    ResponderExcluir

Eu fico tão feliz ao ver seu comentário! Ele é muito importante pra mim
Se seguir eu sigo de volta. E não se esqueça de deixar o link para que eu possa retribuir a visita e segui-lo também.
Beijos e voltem sempre! <3

Topo