14 de fevereiro de 2020

Minha Paixão é Ler: Confissões de uma garota excluída, mal amada e um pouco dramática -Thalita Rebouças

www.chuvanojardim.com.br



Confissões de uma garota excluída , mal -amada e um pouco dramática conta a história de Teanira e sua família , assim como as pessoas que a cercam.
Teanira , mais conhecida como Tetê do cecê descreve para seu psiquiatra ( o Doutor Romildo) sua história e o porque dos apelidos que ela recebeu ao longo da vida. Tetê , de 15 anos, reclama que não tem amigos, que dizem que ela fede, é acima do peso, que fica suando por todos os lados que nem uma porca, a sobrancelha parece uma taturana , tem bigode que não quer tirar e não cuida do cabelo. Ainda por cima tem espinhas...

Tudo isso seria trágico e deprimente se não fosse a forma como a própria Teanira conta , por vezes fazendo piada dela mesma. Apesar de tudo isso citado acima atrapalhar a adolescente na escola a ponto de nunca ter amigos , ela tem um humor incrível!



Tudo começa quando a mãe dela exige que Tetê vá a um psiquiatra, pois diz que a filha é abitolada:

''Numa bela manhã de sol , acordei maluca. Abitolada.Louca. Doida varrida. Destrambelhada. Não que eu ache. Não que eu pense isso. A enfática e pausada afirmativa quem fez foi minha mãe, logo no café da manha...''pg 1

Lá no doutor Romildão (como ela passa a chama-lo), Teanira começa a narrar sua tragédia pessoal da forma mais engraçada que já vi, apesar de ser notável também os momentos super infelizes.

Com alguns problemas na família , os pais se mudam da Barra da Tijuca ( RJ) para Copacabana , para a casa dos avós de Tetê. Mas a questão é que , na casa moram : o bisavô, o avô, a avó e agora os pais dela com ela. E com essa mudança, a adolescente passa a narrar sobre a família também. Gente que família doida!! Eles todos são engraçados e sem noção e mandam a 'bichinha' arrumar um namorado o tempo todo kkkkk

''Ta aí uma palavra que eu adoro: Sovaco. Sovaco e malemolência. Não sei por quê, mas são minhas duas palavras preferidas no mundo . A terceira é maresia. Não, de maresia só gosto do cheiro.''

Com a mudança de bairro a inevitável mudança de escola acontece e esse é o pesadelo de tetê, até o primeiro dia chegar e ela descobrir que existem mudanças que vem para o bem.
Lá , ela faz amizade com Zeca ( uma figura!) e o Davi ( o nerd da sala) , esses são os 'excluídos ' da turma , então os três se juntam. O mais legal é que o trio se dá tão bem, que em pouco tempo eles mudam esse quadro na escola.
Daí, escola nova , amor novo.. muitas águas vão rolar, a começar por uma drástica mudança até Tetê encontrar o príncipe encantado.


www.chuvanojardim.com.br


Sinopse:

Tetê acaba de se mudar com a família toda para Copacabana, no Rio de Janeiro, para a casa dos avós. O lindo e espaçoso apartamento da Barra da Tijuca em que morava teve que ser vendido, pois com a crise o pai foi demitido, e o resultado é que a vida dela virou de cabeça para baixo. Além de perder a privacidade, tendo que dividir o espaço com cinco parentes malucos que brigam o tempo todo, ela perdeu todas as suas referências. A única coisa que a deixa feliz é cozinhar. E, claro, comer as delícias que faz.  O lado bom foi se livrar do antigo colégio, no qual sofria bullying por causa de seu jeito peculiar. Sem contar sua desilusão amorosa... O problema é que ela está apavorada, porque agora tudo será novo e estranho, com o ensino médio, com a nova escola, e sem conhecer ninguém. E morre de medo de ser excluída ou de sofrer bullying novamente. Ela está bem mal, para dizer a verdade. Ou talvez seja um pouco de drama, porque já no primeiro dia as coisas parecem ser um pouco diferentes... Pelo jeito, tudo vai mudar, e para melhor. **** Erick, o príncipe, jamais me notaria. Nem que eu nascesse mil vezes. Fiquei imaginando o divo causando em todas as meninas do mundo o que ele causava em mim. Certeza de que todas as garotas da escola já sonharam, por um momento, chamá-lo de namorado. Dizem que a adolescência é a época das paixões impossíveis. Eu não estava apaixonada, claro que não. Ou estava? Não! Não estava! Mas como me fazia bem pensar no Erick. Mesmo na impossibilidade de algum dia ser olhada por ele como eu o olhava. 




Critica:

O livro fala de um assunto muito importante hoje em dia: Bullying. Como já sofri muito disso, senti na pele o que Tetê passou e até me emocionei em alguns momentos. A questão é que esse tema foi bem explorado e que com todo o sentimento, a adolescente mostra as dificuldades e dores sofrida por causa de pessoas sem amor e sem coração.

Outro ponto importante no livro é a forma como a autora Thalita Rebouças aborda o tema . A própria personagem faz tudo parecer diferente quando narra de forma engraçada os tormentos vividos. Ela não se abate tanto, usa o conformismo consigo mesmo , mas o legal é que ela também aceitou as mudanças .
O livro é muito engraçado , cômico até! E eu ri do inicio ao fim, É escrito de forma simples , o enredo é ótimo e o final maravilhoso!
Thalita simplesmente arrasou! Indico com certeza.

Sobre a autora:




Thalita Rebouças é jornalista de formação , mas abandonou as redações para batalhar pelo sonho de ser escritora . Deu certo. Aos 25 anos , lançou seu primeiro livro, Traição entre amigas e ao longo de seus 16 anos de carreira , publicou 20 títulos , alcançando a extraordinária marca de 2 milhões de livros vendidos , com direitos vendidos para mais de 20 países. Depois de ter duas obra adaptadas para teatro ( Fala sério, Mãe , em 2007 e tudo por um pop star em 2014), atualmente seis filmes baseados em suas histórias estão em produção...
fonte: Livro

Nota de 0 a 10: 10
Titulo: Confissões de uma garota excluída, mal-amada e um pouco dramática
Autora: Thalita Rebouças
Ano: 2016
Editora: Arqueiro



9 de fevereiro de 2020

Minha Paixão é Ler: A Guerra que salvou a minha vida- Kimberly Brubaker






A resenha de hoje conta a história de Ada , uma menina que cresce em uma casa repleta de dor e amargura com uma mãe que tem desprezo pela menina e de um pai que nunca conheceu a fundo, já que ele morreu enquanto Ada era pequena.
A mãe de Ada ( se é que pode-se chamar aquilo de mãe) tinha raiva e nojo da menina porque Ada tinha nascido com uma pequena deformação no pé e sem tratamento, impossibilitou que a menina andasse sem sentir dor ou sem deixar o chão cheio de sangue. Ada tinha não só maus tratos físicos, mas psicológicos ouvindo daquela mulher todo tipo de palavras ruins que deixaram profundas marcas na menina.

''Ada Sai da Janela!
''O Jamie está lá fora.., falei
'' E porque não estaria? Ele não é aleijado! Não é que nem você!''
(Pagina 9 cap. 1)


Alem de insultada e humilhada , a menina era feita de escrava na casa pela mãe.O que fazia com que Ada acordasse a cada manhã era o fato de ter um irmão que ela amava muito e que fazia com ela não se sentisse tão só, visto que Ada só via a vida pela janela e não tinha amigos, não sabia o que era brincar e conhecer novos lugares.

''Você não passa de uma desgraça! '' , Ela gritava. ''Um monstro, com esse pé horrível!''
(página 11 . cap 1)

Então chegou a Guerra e no lugar pobre em que moravam em Londres houve a retirada das crianças por causa dos bombardeios que poderiam ocorrer. O irmão (Jamie) de Ada teve a autorização da mãe para ir , mas Ada certamente que não. Porém ela , que estava aprendendo a andar sozinha, foi com o pequeno Jamie e embarcou junto para o interior de Londres , tendo a ajuda do destino e ''aterrizando'' na casa de Susan Smith, uma mulher amarga por causa das dores do passado , solteira e sem filhos. Com muita resistência , Susan aceitou ficar com as crianças e descobriu o amor através de Ada e Jamie. Dai você pensa : como uma guerra pode salvar uma vida? No caso de Ada, lendo você entenderá que não só salvou a vida , mas a alma . Deu a ela novos horizontes , um novo destino. Salvou dela mesma e de sua cruel mãe.


Por outro lado , Ada começa uma jornada em meio aos conflitos psicológicos que tem e descobre seu maior sonho se tornar realidade : Montar um Cavalo e cavalgar livremente.
Nessa jornada , Ada conhece muitos personagens que ficarão marcados na leitura e na sua mente. Personagens que encantam , cada um de uma forma peculiar.

Nesse primeiro livro a história narrada pela personagem principal é contada a partir de 1939 , no inicio do verão , no inicio da guerra e ela narra os primeiros 4 anos da jornada.

'É possível saber um monte de coisas e mesmo assim , não acreditar em em nenhuma delas.''





Sinopse:

Ela teve a chance que Anne Frank não teve. A Guerra que salvou minha vida é um dos livros sobre as muitas batalhas que nós precisamos vencer para conquistar um lugar ao mundo.
A Segunda Guerra vista pelos olhos de uma menina que se transforma em refugiada em seu próprio país.





Critica:

O livro é realmente lindo. Com uma diagramação maravilhosa, uma capa perfeita e um enredo bem comovente, ''A Guerra que salvou minha vida'' livro da autora Kimberly Brubaker Bradley é , sem duvida, um livro perfeito na estante. Eu queria lê-lo a muito! E consegui concluir a leitura desse e da continuação.

Ada passa por muita coisa , o que a torna malcriada , como uma capa para se proteger e não se entregar. Ela tem dificuldade de amar e se sentir amada pois sua mãe dizia que ninguém seria capaz de amar algo tão feio e repugnante como ela …
Susan na vida de Ada e do pequeno Jamie é que faz a grande diferença , assim como personagens como Margareth e Fred Grimes neste livro.

Achei a escrita fácil, coerente , narrado em primeira pessoa (pela própria Ada) conseguimos entrar na mente e pensamentos dela e até entende-la melhor.
É um livro comovente , principalmente nos primeiros capítulos onde mostra a dor da menina e é claro, sempre esperamos pelo final, pra ver o que nos reserva de emoção!
Indico a leitura!

Sobre a Autora:


                                    Fonte:https://libnotes.missouristate.edu/2018/02/kimberly-brubaker-bradley-to-speak/


Kimberly Brubaker Bradley , anglófila de longa data , começou a se interessar pelos evacuados da segunda guerra mundial quando criança , ao ouvir sua mãe lhe recitar '' Se minha cama voasse'' antes de dormir. Sua Obra de ficção histórica ''A Guerra que salvou minha vida '' foi vencedora do Newbery Honor Book , do Schneider Family Book Award, do Josette Frank Award e do Odyssey Award, além de ter sido eleito entre os melhores livros de 2015 pelo The Wall Street Journal, a revista Publishers Weekly , a New York Public Library e a Chicago Public Library...
Kimberly e seu marido têm dois filhos adultos e moram numa fazenda de equinos de 21 hectares em Bristol, Tennessee.




(fonte: Livro)

Nota de 0 a 10: 9,8
titulo: A guerra que salvou a minha vida
Autora: Kimberly Brubaker Bradley
Ano: 2015
Páginas: 234
Editora: Darkside
ISBN: 9788594540263






Topo