9 de fevereiro de 2020

Minha Paixão é Ler: A Guerra que salvou a minha vida- Kimberly Brubaker






A resenha de hoje conta a história de Ada , uma menina que cresce em uma casa repleta de dor e amargura com uma mãe que tem desprezo pela menina e de um pai que nunca conheceu a fundo, já que ele morreu enquanto Ada era pequena.
A mãe de Ada ( se é que pode-se chamar aquilo de mãe) tinha raiva e nojo da menina porque Ada tinha nascido com uma pequena deformação no pé e sem tratamento, impossibilitou que a menina andasse sem sentir dor ou sem deixar o chão cheio de sangue. Ada tinha não só maus tratos físicos, mas psicológicos ouvindo daquela mulher todo tipo de palavras ruins que deixaram profundas marcas na menina.

''Ada Sai da Janela!
''O Jamie está lá fora.., falei
'' E porque não estaria? Ele não é aleijado! Não é que nem você!''
(Pagina 9 cap. 1)


Alem de insultada e humilhada , a menina era feita de escrava na casa pela mãe.O que fazia com que Ada acordasse a cada manhã era o fato de ter um irmão que ela amava muito e que fazia com ela não se sentisse tão só, visto que Ada só via a vida pela janela e não tinha amigos, não sabia o que era brincar e conhecer novos lugares.

''Você não passa de uma desgraça! '' , Ela gritava. ''Um monstro, com esse pé horrível!''
(página 11 . cap 1)

Então chegou a Guerra e no lugar pobre em que moravam em Londres houve a retirada das crianças por causa dos bombardeios que poderiam ocorrer. O irmão (Jamie) de Ada teve a autorização da mãe para ir , mas Ada certamente que não. Porém ela , que estava aprendendo a andar sozinha, foi com o pequeno Jamie e embarcou junto para o interior de Londres , tendo a ajuda do destino e ''aterrizando'' na casa de Susan Smith, uma mulher amarga por causa das dores do passado , solteira e sem filhos. Com muita resistência , Susan aceitou ficar com as crianças e descobriu o amor através de Ada e Jamie. Dai você pensa : como uma guerra pode salvar uma vida? No caso de Ada, lendo você entenderá que não só salvou a vida , mas a alma . Deu a ela novos horizontes , um novo destino. Salvou dela mesma e de sua cruel mãe.


Por outro lado , Ada começa uma jornada em meio aos conflitos psicológicos que tem e descobre seu maior sonho se tornar realidade : Montar um Cavalo e cavalgar livremente.
Nessa jornada , Ada conhece muitos personagens que ficarão marcados na leitura e na sua mente. Personagens que encantam , cada um de uma forma peculiar.

Nesse primeiro livro a história narrada pela personagem principal é contada a partir de 1939 , no inicio do verão , no inicio da guerra e ela narra os primeiros 4 anos da jornada.

'É possível saber um monte de coisas e mesmo assim , não acreditar em em nenhuma delas.''





Sinopse:

Ela teve a chance que Anne Frank não teve. A Guerra que salvou minha vida é um dos livros sobre as muitas batalhas que nós precisamos vencer para conquistar um lugar ao mundo.
A Segunda Guerra vista pelos olhos de uma menina que se transforma em refugiada em seu próprio país.





Critica:

O livro é realmente lindo. Com uma diagramação maravilhosa, uma capa perfeita e um enredo bem comovente, ''A Guerra que salvou minha vida'' livro da autora Kimberly Brubaker Bradley é , sem duvida, um livro perfeito na estante. Eu queria lê-lo a muito! E consegui concluir a leitura desse e da continuação.

Ada passa por muita coisa , o que a torna malcriada , como uma capa para se proteger e não se entregar. Ela tem dificuldade de amar e se sentir amada pois sua mãe dizia que ninguém seria capaz de amar algo tão feio e repugnante como ela …
Susan na vida de Ada e do pequeno Jamie é que faz a grande diferença , assim como personagens como Margareth e Fred Grimes neste livro.

Achei a escrita fácil, coerente , narrado em primeira pessoa (pela própria Ada) conseguimos entrar na mente e pensamentos dela e até entende-la melhor.
É um livro comovente , principalmente nos primeiros capítulos onde mostra a dor da menina e é claro, sempre esperamos pelo final, pra ver o que nos reserva de emoção!
Indico a leitura!

Sobre a Autora:


                                    Fonte:https://libnotes.missouristate.edu/2018/02/kimberly-brubaker-bradley-to-speak/


Kimberly Brubaker Bradley , anglófila de longa data , começou a se interessar pelos evacuados da segunda guerra mundial quando criança , ao ouvir sua mãe lhe recitar '' Se minha cama voasse'' antes de dormir. Sua Obra de ficção histórica ''A Guerra que salvou minha vida '' foi vencedora do Newbery Honor Book , do Schneider Family Book Award, do Josette Frank Award e do Odyssey Award, além de ter sido eleito entre os melhores livros de 2015 pelo The Wall Street Journal, a revista Publishers Weekly , a New York Public Library e a Chicago Public Library...
Kimberly e seu marido têm dois filhos adultos e moram numa fazenda de equinos de 21 hectares em Bristol, Tennessee.




(fonte: Livro)

Nota de 0 a 10: 9,8
titulo: A guerra que salvou a minha vida
Autora: Kimberly Brubaker Bradley
Ano: 2015
Páginas: 234
Editora: Darkside
ISBN: 9788594540263






Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

35 comentários:

  1. Só se ver sua resenha, fico com vontade reler esse livro.
    Ada tem tanto para ensinar. Fiquei envolvida com a história, chorei, sorri e fiquei com raiva. Um misto de sentimentos, que só quem leu vai entender hahahaha. O segundo é ainda melhor <3

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, aprendi bastante também, é uma história linda!
      kkk só lendo não é?

      beijos

      Excluir
  2. Eu ainda não li o livro, todo mundo que leu fala que ele é muito forte e pesado, mas mesmo assim eu tenho muita vontade de ler, Ada parece ser uma personagem com ensinamentos sensacional.
    Eu tenho eles aqui em casa, quero ler pra ontem. Adorei tua resenha!!

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Tenho muita vontade de ler esse livro, e fiquei mais curiosa ainda depois de ler tua resenha, pois parece ser mesmo uma história emocionante. Adorei a resenha, vou tentar ler a obra o mais breve possível!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  4. Oi, eu comprei esse livro há algum tempo mas ainda não consegui encaixá-lo nas minhas leituras. Amei conferir sua opinião sobre ele, me parece ser uma história bem forte ao retratar não só a Segunda Guerra como pano de fundo, mas também a história da menina tão maltratada pela mãe.

    ResponderExcluir
  5. Oi Renata.
    Acho interessante histórias com temas e cenários que possuí a segunda guerra como pano de fundo, pena que ainda não tive a chance de lê-lo, mas pela sua resenha dá para ver que vale a pena conferir. Obrigada pela dica e parabéns pela resenha. Adorei.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela sua presença <3
      Que bom que gostou, esse livro é lindo mesmo.

      um beijo

      Excluir
  6. Eu adoro esa história e acho super forte e original abordar que a guerra pode ter sido benéfica para algumas poucas pessoas. Essa edição é linda né?
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A edição está maravilhosa. A Darkside arrasou!
      um livro pra ter na estante!

      um beijo <3

      Excluir
  7. Oi Renata,
    eu já tinha lido algumas resenhas desse livro e também da sequência, sem dúvidas ele é um livro muito tocante e emocional, ainda não o li, mas, ainda pretendo. Acho Ada uma personagem tão importante dentro de suas complexidades mostrando que nem sempre a família entrega o amor que deveria e que outras pessoas acabam por nos amar, mas, teno sofrida tanto é meio difícil se abrir para o amor.

    Beijos!
    Eita Já Li

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puramente verdade, Infelizmente O lugar onde devemos ter o melhor abrigo é onde somos colocados pra fora. Ada sofreu bastante nesse sentido e em outros. O livro nos ensina muito.
      beijos

      Excluir
  8. Oi, tudo bem? Sabe que estou até hoje para ler esse livro? Adoro tramas que misturam guerra. E o fato de a protagonista ser uma criança me chama atenção, acho peculiar. Vou ver se esse ano eu o compro para matar a curiosidade. Parabéns pela resenha, amei os quotes!

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Nina pela sua presença <3
      Esse livro realmente vale a pena, que bom que pensa em lê lo
      um beijo!

      Excluir
  9. Desde o lançamento que quero ler esse livro. Todas as resenhas que leio são elogiosas. Pela sua resenha, é uma história repleta de aprendizado. É sobre dor, mas é também sobre amor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, nos ensina bastante , é triste mas também transborda amor e superação.

      um beijo

      Excluir
  10. Olá, tudo bem? Tenho esse livro na lista dos desejados desde o lançamento, e sabendo que é comovente como imaginava, fiquei mais curiosa ainda. Espero poder curtir assim como você, e quem sabe tirar grandes lições da história. Narrativas em primeira pessoa realmente tem uma carga maior de emoção que nos faz entrar na pele de quem está narrando. Adorei!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ana pelo comentário :)
      Que bom que gostou , fico feliz.
      um beijo

      Excluir
  11. Olá, tudo bem? Esse é um livro que está na minha lista e na minha meta do ano também! Preciso ler essa obra pois já sinto que irei amar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre sigo pensando que todos irão amar kkk
      Mas quando você ler me conta o que achou.

      um beijo

      Excluir
  12. Esse é um dos livros que eu mais quero ler, gosto de livros que abordem o tema e estou bem curiosa. Gostei de ver a sua resenha e de saber o quanto a leitura foi boa para você

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bom?
    Realmente a diagramação desse livro é um primor, mas sua história também é linda - e muito comovente. Eu fiquei com o coração apertado no início do livro, vendo tudo o que Ada passava e confesso que ver como ela amadurece ao longo da trama, quando começa a ser amada de fato, encheu meu coração! Estou louca para conferir a continuação <3
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A continuação também reserva muitas emoções. Mas sempre vale a pena , é linda!

      Um beijo!

      Excluir
  14. Esse livro... <3 já li e me encantei como a autora usou a Guerra como pano de fundo. Aqui nós temos tantas coisas para serem exploradas, principalmente todos os problemas da Ada. É uma história linda e emocionante, e eu garanto que o segundo livro da duologia vai te proporcionar as mesmas emoções.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim o segundo livro já li é muito bom e creio que pedia uma continuação.
      Em breve trarei a resenha dele.

      um beijo, obrigada por comentar .

      Excluir
  15. Olá tudo bem?

    Sou fascinada por leituras que tem como cenário alguma guerra, ainda mais quando falamos de garotinhas. Sou apaixonada por esse livro há muito tempo, mas infelizmente ainda não tive chance de conhecer melhor. Adorei sua resenha e já quero esse livro pra ontem.

    ResponderExcluir
  16. eu cheguei a começar esse livro mas acabei não conseguindo ir em frente, acho que pelo excesso de coisas que andava fazendo não consegui me envolver mas do pouco que li eu gostei do caminho mais lento que a obra segue e quero ler assim que possivel.

    ResponderExcluir
  17. Olá,
    Parece uma história bem tocante. Essa coisa de ter uma história pesada mas que trás algo positivo é sempre interessante de ler.

    ResponderExcluir
  18. Nossa só de ler a resenha a trama nos faz perder o fôlego. Ler o livro deve ser uma experiência e tanto. O enredo me fez querer a obra, me deixou curiosa para saber dos detalhes.

    ResponderExcluir
  19. Desejo demais ler essa duologia, parece ser incrível essas histórias. Confesso que estou muito curioso para saber delas, na íntegra. Espero estar lendo em breve.

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bem?

    Eu particularmente raramente compro livros da Darkside e nem tento mais parceria com eles (já fui ação por 3 anos), pois meu gosto/preferências literárias foram mudando com o passar do tempo. Eu gostei da sua resenha e a edição é bonita, mas infelizmente não pretendo ler.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  21. Ahh eu adorei a sua resenha! Fico feliz por saber que a personagem teve atitudes condizentes com sua trajetória, é péssimo quando a gente vê que não faz sentido certas ações e escolhas do personagem dentro da proposta do livro!

    ResponderExcluir

Eu fico tão feliz ao ver seu comentário! Ele é muito importante pra mim
Se seguir eu sigo de volta. E não se esqueça de deixar o link para que eu possa retribuir a visita e segui-lo também.
Beijos e voltem sempre! <3

Topo