11 de junho de 2020

Minha Paixão é Ler: O Duque e Eu - Resenha Julia Quinn



www.chuvanojardim.com.br



Iniciei minha leitura na série Bridgertons e hoje trago a resenha " O duque e eu".
O Duque e eu se passa em 1812 e conta a história de Daphne Bridgerton e Simon, o futuro duque de Hasting. Daphne é a filha número 4 de Violet & Frederico Bridgerton. Todos eles com seus nomes seguindo a ordem do alfabeto: Anthony, Benedict, Colin, Daphne, Eloise , Gregory & Hyacinth. Cada um tem um livro na série, onde é contado (não de maneira ordenada) a Estória de cada um.

Simon Basset é amigo de Anthony, ele tem seus problemas com o pai que o renegou a vida toda pelo fato de o menino não ser exatamente como o pai desejava. O Duque de Hasting (o pai) tinha uma vida fria com sua esposa por ela não conseguir dar a ele os filhos que tanto desejava. Quando enfim a Duquesa engravidou houve muitas expectativas em torno do filho. Se fosse um menino seria seu herdeiro e sucessor! Os desejos dele foram realizados, porém o parto difícil culminou na morte da duquesa... O Duque não se importou, a festa dele era com o seu sonhado menino. Simon foi criado pela ama e sem o amor e a atenção do pai que só visitava o menino quando queria ver seu progresso.

 Descobrindo que o menino tinha muitas dificuldades o rejeitou alegando que o menino era uma vergonha e que ele não teria um débil como seu herdeiro.
A primeira fase do livro conta a infância triste de Simon, a péssima relação com o pai, sua ida para Eton (colégio de pessoas nobres, só para meninos) já na adolescência onde conhece Anthony.

 A relação de amizade entre eles aumentou e se estendeu na juventude e mundo fora do colégio, nas gandaias, viagens e aventuras. Com isso, é claro que eles tinham um código: Não se podia cobiçar a irmã um do outro. Pois bem, um faz de contas não teria problema, certo?
Daphne estava debutando naquele ano na badalada sociedade de Londres. A pressão que a mãe já exercia para que ela se casasse já era demais! Apesar de ter muitos amigos e ser muito querida Daphne não era vista como uma dama para casar-se entre os cavalheiros, apenas uma boa amiga agradável.

Quando Simom conhece Daphne em uma situação bem inusitada, algo acontece dentro de si, e para quem prometeu que jamais casaria, a paixão o colocou em uma situação onde nem mesmo um desafio e uma chance de morrer poderia separá-lo da mulher amada...
Curiosos para saber o que aconteceu antes e depois?

Vem se aventurar na sociedade Londrina de 1812 e se apaixonar pelo casal de Julia Quinn.


www.chuvanojardim.com.br

Sinopse:

Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas.
Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível.
É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga.
A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.
Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.
Primeiro dos oito livros da série Os Bridgertons, O duque e eu é uma bela história sobre o poder do amor, contada com o senso de humor afiado e a sensibilidade que são marcas registradas de Julia Quinn, autora com 10 milhões de exemplares vendidos.


Minhas Impressões:

O Duque e Eu foi muito importante para Julia Quinn por ser o primeiro da saga e descobrimos depois o quanto ele se torna importante para quem ler também. O livro é em detalhista, descreve os bailes de debutantes, os vestidos, as fofocas. Surge então uma figura interessante no cenário: Lady whistledown...
A paixão entre um homem que não consegue perdoar o pai e uma mulher criada em um lar de muito amor e perdão parece se completar, afinal Simon descore na família de Daphne o que ele jamais imaginou existir.
Achei a personagem forte, corajosa e fofa, mas não daquele jeito chato.
Indico a leitura com prazer, principalmente para os amantes dos romances de época. Ah! Tem um Prólogo maravilhoso para se deliciar no final. Leiam com carinho.

Sobre a Autora:

Autora Julia Quinn. Fonte

Julia Quinn começou a trabalhar em seu primeiro romance um mês depois de terminar a faculdade e nunca mais parou de escrever. Seus livros já atingiram a marca de 8 milhões de exemplares vendidos, sendo 3,5 milhões da série Os Bridgertons. É formada pelas universidades Harvard e Radcliffe. Seus livros já entraram na lista de mais vendidos do The New York Times e foram traduzidos para 26 idiomas. Foi a autora mais jovem a entrar para o romance Writers of America’s Hall of Fame, a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos. Atualmente mora com a família no noroeste pacífico.


Editora: Arqueiro
Titulo: O Duque e Eu
Ano: 2013
Nota: 10
Paginas: 288
ISBN-10: 8580411467

Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

0 comentários:

Postar um comentário

Eu fico tão feliz ao ver seu comentário! Ele é muito importante pra mim
Se seguir eu sigo de volta. E não se esqueça de deixar o link para que eu possa retribuir a visita e segui-lo também.
Beijos e voltem sempre! <3

Topo